• 25 de agosto de 2013 --------------- 2 Comentários
    Não crie expectativas  e evite frustrações .Seria lindo se isso não passasse de uma frase clichê . Quem é capaz de não criar expectativas de verdade? Principalmente sobre outras pessoas.
    Fuck Yeah Comfy Beds | via Tumblr
    Eu sempre espero algo de alguém.Mal ou bem, mas que me surpreenda. E quando é pra mal,decepciona. Quantas vezes dei novas chances a antigas amizades, novos amores e não valeu a pena? Valeu?
    Eu sempre quis não me importar com as atitudes alheias,mas não consigo. Me afetam. Uma discussão com alguém querido ou nem tão querida assim…

    Imaginar como alguém tão igual a mim,idêntica eu diria,hoje em dia é tão “quem é esse novo ‘você’ ?” Triste.Não reconhecer mais no outro,quem você tanto gostou um dia.Uma discussão por algo bobo. Ou algo sério. Palavras ferem,machucam mais do que qualquer outro tipo de coisa. Já se pôs no lugar do outro?

    Então,enfim eu devo escolher à mim. E não a quem não faz questão de estar ao meu redor. Eu tentei,ter uma amizade de volta e um amor por mais tempo. Mas as pessoas mudam. E mudam tanto a ponto não parecer nem mais ser a mesma pessoa.
    Eu tentei,não deu. Então prefiro à mim.
    Quer ler o post completo ? Venha ao Fala,Dantas e
    me diga o que achou!
    16 de julho de 2013 --------------- Deixe um comentário
      Ela sempre foi do tipo que se diz forte e independente mas na verdade adorava um carinho e um aconchego.
    Ele, sempre foi do tipo mulherengo que vez ou outra se mostrava uma pessoa amável.
    Eles se conheceram. Se odiaram. Ela se apaixonou. Ele, talvez.
    Expresiones
    Como picos , sempre que ela estava apaixonada , ele não estava nem aí. Então, ela desencanava e ele voltava a ser atencioso. Uma montanha russa.

    Mas ela sempre pensa que haverá uma mudança. Que tudo pode ser diferente de novo. Mas relacionamentos falidos tendem ao fracasso. A menos é claro, que haja uma força muito grande de ambos os lados para que tudo isso tenha uma reviravolta.

    Um força, de vontade, de ambos os lados.

    Ela queria amá-lo. Ele a queria. Mas não somente.Mas, todos nós sabemos como estas histórias terminam ,não é? Quando ela se der conta de algo esta errado, de que a tal “força” não é não forte assim…Quando ela se der conta que palavras e promessas, não passam disso quando as atitudes não condizem … Se querer não é poder, imagina quando ela se der conta que não há nem o querer?

    Embora seja do instinto dela sempre tentar de novo até que fique claro que ela fez de tudo, quando ela se der conta que não depende mais dela, talvez ela se permita . E então, quando ela se der conta que pode ser mais feliz sem tantos ” e se …” , ” e quando” , “mas quem sabe se…” neste momento talvez, ele também se dê conta de todo amor que tinha em mãos . O amor, que tinha.
    Quer ler o post completo ? Venha ao Fala,Dantas e
    me diga o que achou!
    10 de junho de 2013 --------------- 4 Comentários


    *Post do leitor 

    O relógio já marca duas da manhã de uma madrugada que eu não sei mais de que dia é. Perdi a conta depois de tantas lágrimas. Perdi a conta depois das noites mal dormidas. Perdi a conta depois de você. Ou melhor: tenho evitado contar, porque a saudade que ficou aqui independe do tempo. Tenho sonhado que tudo não passou de uma brincadeira e a qualquer hora você entrará pela porta e se desculpará.

     Large
    Desculpa.
    Eu sei que de brincadeira nunca teve nada. É só que uma parte de mim continua se iludindo de que tudo isso é um grande pesadelo. E, enquanto eu me iludo, o ponteiro do relógio circula e me faz lembrar que eu não vou acordar, correr para os seus braços e respirar aliviada. E aí dói de novo como na hora da notícia.
    A parte forte de mim sabe bem que o que sobrou de você ficou em mim. E nas pessoas que você amava. E nas pessoas que ainda te amam. Os seus sorrisos, os seus olhares, os seus abraços, as suas palavras de carinho. Tudo ficou aqui, escancarado em nossas memórias, remoído em nossas lembranças, apertado em nossos corações. Aliás, fazer meu coração continuar batendo tem sido uma das tarefas mais difíceis desde que você se foi. Parece que você levou consigo o combustível que o mantinha saudável. Mas eu insisto. Continuo o deixando em atividade só para guardar você um pouco mais perto. E aí eu tento não desistir.
    Eu tento não olhar o relógio, eu tento não questionar a vida, eu tento não me revoltar com todos. É que no fundo, hoje, eu queria tão pouco perto de tudo o que eu já quis. Eu já quis uma profissão legal, um casamento bonito, uma família maravilhosa. Eu já quis os melhores amigos, eu já quis saúde, eu já quis sucesso. Hoje, eu queria só você. Você e o seu sorriso, você e o seu jeito de dizer que me amava, você e a sua voz. Você só mais um dia. Só mais o abraço que ficou faltando, o beijo que eu jamais vou dar.
    Mas como ainda não dá para te ter de novo, eu vou fazendo o que me resta: honrando a vida que você teve. Sabendo que você continua vivo em algum outro lugar mais lindo. Eu sei o que você diria se estivesse aqui: fica forte, vai em frente, eu quero te ver bem. É difícil, não vou mentir. Desculpa pela minha fraqueza. Pelas lágrimas que eu não evito. Pelo sofrimento que não afasto.Desculpa por estar joelhos, por ter o coração quebrado, por ainda me questionarEu levanto daqui, eu juro.

    Eu levanto e te honro. E continuo em frente. E cumpro a minha parte do acordo. Por tudo o que a gente sonhou, por tudo o que a gente sempre quis. Porque, hoje, ainda que eu permaneça muito tempo sem olhar os minutos que você não está, eu sei que você me olha de longe. Eu sei que quer ficar orgulhoso de mim. Eu sei que estará aqui todos os dias da minha vidaE eu vou fazer de tudo para você sorrir – aí, do seu lado do mundo, me olhando e cuidando de mim. 

    *Post do leitor enviado pela ÉricaÉrica fala sozinha a 16 anos é estudante do ensino médio, pretende se graduar em direito. Menina boba, cheia de sonhos que não desiste de acreditar nas pessoas. Fala de amor o tempo todo, mas nem ama, esta sempre de coração vazio! Seu blog é Amor por Escrito.”

    Pra ver seu texto publicado aqui me envie um e-mail jeudantas@hotmail.com , com seu texto+imagem+breve perfil seu e seus links.

    Quer ler o post completo ? Venha ao Fala,Dantas e
    me diga o que achou!