MAIS DEFINIÇÃO E MENOS VOLUME: Linha S.O.S Natuhair Manutenção

Volume com definição: NOVA FINALIZAÇÃO

Como fazer faculdade à Distância UNINASSAU

Dicas de Filme: Se eu ficar

10 de Dezembro de 2014 ---------- 2 comentários
Fonte: Cartaz de divulgação do filme

Olá galera! Aqui é a Katlyn, do Hi, Cultura! e vim trazer mais uma resenha para vocês. Vocês já me viram por aqui, mas com a correria que estava o meu final de bimestre, acabei me atrasando com tudo. De qualquer forma, estou de volta! Desta vez, trouxe a resenha do filme que assisti nesse final de semana “Se eu ficar”. Já vou adiantando que AMEI o filme, apesar de ter odiado algumas coisas nele. Antes de tudo, a Jeu já fez uma resenha DO LIVRO aqui, e para quem quiser ler: Livro: Se eu ficar
Vamos começar com algumas informações. Eu li em alguns sites que tem alguma semelhança com A culpa é das estrelas, mas não achei. É diferente você lidar com uma morte “já esperada” e algo inesperado. Se bem que, a morte dos pais dela já era esperada por qualquer pessoa que leu o trailer. De qualquer forma, para Mia, não era. Foi um acidente, que em questão de segundos levou uma das pessoas mais importantes de sua vida, sua mãe, e deixou seu pai morrer na cirurgia. 
Uma coisa que me incomodou bastante, quer dizer, não é que me incomodou, mas foi bem difícil para acompanhar, foram os “flashbacks” de Mia bem constantes. Se você não grudar o olho na tela e prestar cada segundo de atenção, perde o “fio da meada” todo. Isso na mesma hora que é confuso, é legal, porque mostra Mia relembrando os fatos para criar forças para, literalmente, FICAR. Permanecer apesar de tudo. Ficar viva.
“Não é incrível como a vida é de um jeito e, de repente, se transforma em outra coisa?” – Mia
Você passa o filme todo chorando (mesmo se não for uma manteiga como eu, juro) e tentando encaixar aquilo na sua vida. Pelo menos na minha, encaixou direitinho. Eu não posso dar spoilers, então fica difícil fazer uma pequena resenha sem isso. Mas posso dizer que tudo o que passou com Mia no relacionamento com o Adam, foi basicamente o que sofri no meu noivado. Isso se torna um dos principais motivos (o maior deles) de eu ter gostado tanto da história, do roteiro, enfim. Tudo. Se identificar com roteiro para mim, é parte fundamental. E aqui está mais um filme que eu quero para minha coleçãozinha, e com certeza vai influenciar na criação do meu próprio livro. 
O filme acaba, obviamente, na parte mais importante (que eu novamente sou impedida de falar). Então vou fazer uma resenha lá no meu blog, para quem quiser mais da minha opinião (com os spoilers). O ruim disso tudo é que vou ter que esperar a continuação, e como eu sou mega ansiosa, vou comprar o livro já para ir matando a curiosidade, embora muita gente tenha reclamado do segundo livro.
Espero que tenham gostado. Comentem aqui se já leram o livro ou assistiram ao filme, e me contem o que acharam!
Quer ler o post completo ? Venha ao Fala,Dantas e
me diga o que achou!
Compartilhe
2
Instagram @faladantas
  1. C 10/12/2014

    Eu sempre tive muita curiosidade de ver esse filme mas eu fico com receio por ser muito triste! Jeu você pode fazer um post com seus favoritos de filme tipo: Comédia … Suspense …

  2. Sabrina 10/12/2014

    Amei o post. Nunca li o livro ou assisti o filme. Mas, deve ser ótimo ♥. Vou aproveitar que estou de férias e vou assistir ele 🙂

    Beijos
    http://blog-garotaimperfeita.blogspot.com.br/

Creampie