MAIS DEFINIÇÃO E MENOS VOLUME: Linha S.O.S Natuhair Manutenção

Volume com definição: NOVA FINALIZAÇÃO

Como fazer faculdade à Distância UNINASSAU

Continuando nossa coluna “Diário da Academia”, que estava um pouquinho abandonada, hoje eu venho contar como andam meus treinos depois de quase 2 meses. Hoje quero abordar um tema que acho super importante e que me motivou sair da academia onde eu estava e procurar um serviço melhor onde eu possa valorizar o dinheiro que estou investindo.

De umas semanas para cá venho percebendo que meu corpo estava respondendo mal aos treinos. Ao invés de chegar mais disposta e ver resultados satisfatórios, eu vinha sentindo dores nas costas e pescoço, além de um cansaço fora do normal. Comecei a conversar com algumas pessoas que treinam como eu e com meu noivo, que me alertaram para um possível alimentação incorreta. Eu acordo todos os dias as 5:40h para malhar, volto pra casa, me arrumo e vou trabalhar, passo 9hs sentadas enfrente ao computador e, mais ou menos, 2h em pé em transportes públicos para ir e voltar do trabalho.
Todo esse esforço diário acaba com a energia de qualquer um e a alimentação precisa ser reforçada (de coisas saudáveis ok?). Entretanto, mesmo me alimentando razoavelmente bem, as dores continuaram. Daí meu noivo, que estuda fisioterapia, me fez perguntas sobre minha postura nos aparelhos, séries etc e ai descobrimos que estava realizando muitos exercícios de forma errada. Mesmo com professores presentes na academia, nunca percebi nenhum deles atentos ou ensinado os alunos como fazer um exercício correto e ai minha ficha caiu.
Descobri que não é só na academia que eu frequentava que esse “descaso” acontece e algumas pessoas que conheço até acham normal o professor, literalmente, c… e andar para o que as pessoas estão fazendo na academia (detalhe que o precinho não é nada barato). Obviamente, os professores não assumem a posição de personais, a não ser que você pague para isso, mas é fundamental que eles estejam atentos a qualquer dificuldade de quem está treinando e fiquem ligados na postura e má utilização dos aparelhos. 
Enfim, quase um mês de exercícios errados decidi mudar para uma academia próxima ao meu trabalho e na qual vi profissionais realmente atentos e dedicados ao que estão executando. Junto decidi procurar uma nutricionista para reforçar minha alimentação e buscar alguma suplementação. Decidi fazer este post aqui do Dantas para alertar todos vocês sobre a situação que aconteceu comigo e que pode acontecer com qualquer um, principalmente porque não somos profissionais, precisamos de pessoas treinadas para nos ensinar como fazer nossos exercícios corretamente. Então fiquem ligados!
Quer ler o post completo ? Venha ao Fala,Dantas e
me diga o que achou!
Compartilhe
2
Instagram @faladantas
  1. Fashion & Bella 21/01/2013

    Oi flor,tudo bem? tem entrevista pra você no meu blog 🙂

    dá uma olhadinha: http://fashionebella.blogspot.com.br/2013/01/tag-11-coisas.html

    bjinhus :*

  2. camylla serafim 22/01/2013

    Adorei , e sempre bom conheçer autoras de blogs
    visita o meu linda

    http://deliniando.blogspot.com.br/
    beijuus

Creampie